História

Pratânia nasceu na confluência dos rios: Claro e Jacu. Recebeu esse nome devido às pedras de galena, tida por leigos como prata, que em época de cheias eram encontradas no leito do rio Jacu. Por isso, naquela época o rio ficou conhecido como rio da Prata e o seu povoado do entorno como Vila da Prata.

Os serviços de arruamento foram feitos pelo capitão João Batista e Capitão Fermiano Vieira, que construíram também as duas primeiras casas de alvenaria do distrito.

Emancipada em 22 de março de 1997, tem sua história atrelada ao território da cidade de Botucatu SP. Tem sua economia baseada principalmente pela agricultura de cana-de-açúcar e laranja.

O pequeno município de Pratânia possui um estilo aconchegante que conquista todos os visitantes. Como em toda a cidade do interior, o ar de simplicidade contagia o ambiente e todo esse encanto é ainda acompanhado de diversos atrativos culturais como a tradicional Casa Cultural \”Tonico & Tinoco\” e \”Pedro Bento & Zé da Estrada\”, além do Espaço Cultural Taquara-Póca, inspirado nas obras do escritor Francisco Marins. O local possui um acervo rico do tropeirismo da região recebendo anualmente centenas de turistas.

O município também é famoso tradicionalmente pelas suas lojas de artigos de couro, que são consideradas como uma das melhores do Brasil

Ir para o topo